Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Amazing days

"A vida é fascinante, só é preciso olha-la através das lentes corretas" (Alexandre Dumas)

Amazing days

"A vida é fascinante, só é preciso olha-la através das lentes corretas" (Alexandre Dumas)

Qui | 20.07.17

Escrever

Beatriz LA

Lembro-me de no liceu ter grande facilidade na escrita; não me darem limite de texto era meio caminho andado para escrever até demasiado (acho eu) numa simples resposta de um teste. Em Filosofia então, escria páginas e páginas, coitados dos professores.

A área de Engenharia na Universidade foi lapidando essas palavras, ao ponto de acabar com elas! Escreve-se muito pouco e quando se escreve é de forma muito concreta e objetiva. Aos poucos, fui começando a sentir alguma dificuldade em alongar textos. Para quê alongar um texto quando em duas ou tres frases o assunto está exposto e tudo fica arrumado?

Sinto agora, passados muitos anos de pouca escrita, embora escreva todos os dias mas em formatos muito próprios (artigos cientificos, teses, relatórios, informações. memorandos e oficios), falta de escrever. Sinto que preciso desenferrujar e voltar a utilizar adjetivos, palavras que nas áreas tecnicas não se utilizam (jamais). Preciso de escrever sem um tema especifico, escrever simplesmente o que passar pela cabeça.

A escrita permitir-me-á expressar, manifestar o que sinto e fazer-me pensar mais sobre os assuntos. Acho eu. Precisarei de tempo, mas aos poucos sei que vai melhorar. Só preciso de motivação para não deixar cair (mais) este espaço. Poderia ser um simples bloco de notas, mas optei pelo blog, afinal passo o meu dia em frente ao computador.

Lancei um desafio a mim própria. Escrever um pequeno texto todos os dias. 100 palavras em 100 dias. Acho que mentalmente já o faço, quando nas mais variadas situações dou por mim a inventar um pouco sobre o que vejo, a criar cenarios e estórias.

 

4 comentários

Comentar post