Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Amazing days

"A vida é fascinante, só é preciso olha-la através das lentes corretas" (Alexandre Dumas)

Amazing days

"A vida é fascinante, só é preciso olha-la através das lentes corretas" (Alexandre Dumas)

14.Mai.18

Nem todas as alturas são boas para lêr todos os livros

Beatriz LA
Por vezes acontece-me pegar num livro e sentir que estou a fazer um tremendo frete ao lê-lo. Não estou a reter nada, só a passar os olhos por palavras. Não gosto de ler assim e deixo de lado, sem esforço.Aconteceu-me isso com O fio das missangas de Mia Couto, quando há uns anos o tentei ler. Ficou arrumado até agora e digo que estou a adorar e achar piada aos contos do Mia Couto. Haja (...)
11.Mai.18

Feira do Livro de Lisboa está quase aí!

Beatriz LA
 Iupiiiiiiii está a chegar!!! Oiço falar em feira do livro e começo logo a bater palminhas. Já reservaram pelo menos um dia para ir reabastecer a vossa biblioteca? O que me vale (ou não) é que não vivo em Lisboa e tudo se resumirá a um (ou dois, vá) miseros dias para lá ir, por isso o melhor é olhar bem para o programa para não falhar no dia D. Muitos autores vão estar presentes, muitos (espero) descontos vão haver e por isso é importante planear a viagem como se fosse a (...)
03.Mai.18

O Velho e o Mar

Beatriz LA
Terminei ontem de ler "O Velho e o Mar" de Hemingway. A mensagem que fica é a de resiliência, coragem e vontade de perseguir os objetivos e os sonhos mesmo contra todas as contrariedades (e foram muitas que surgiram aqui ao pescador). A amizade incondicional, entre o Velho e o Rapaz é também de destacar. É um livro pequeno, de leitura fácil e que se recomenda, embora não desvende mais para manter a eventual curiosidade que possa existir. Podem encontra-lo à venda
26.Abr.18

Os Despojos do Dia, de Kazuo Ishiguro

Beatriz LA
Quantas vezes não tomamos decisões na nossa vida, convencidos de que são as melhores opções? Quantas vezes não tomamos mais tarde consciência  de que falhámos, de que tomámos a opção errada? Quantas vezes não temos que carregar com o peso que essa escolha implicou na nossa vida para sempre?Pois este livro fala disso mesmo, das escolhas que temos que fazer ao longo da vida, dos caminhos que a vida nos mostra e se conseguimos lidar com as (más) escolhas que fazemos. mas também (...)
07.Abr.18

Terra Abençoada

Beatriz LA
Mais um dos livros que aqui andava à espera de ser lido. Não sei qual a razão porque foi sendo preterido, se é que tem que haver uma razão. Mas a verdade é que foi ficando a aguardar vez que chegou e em boa hora. Os ultimos dois livros não me agarraram com a intensidade que gosto e Terra Abençoada superou todas as expectativas (não tinha pesquisado nada sobre o livro como aliás faço sempre, para que não vá condicionada por opiniões de outros leitores).   Sem querer entrar (...)
22.Jan.18

o que ando a ler

Beatriz LA
Este mês de janeiro tem estado a ser particularmente rico em leituras, o que me deixa muito feliz.Comecei a ler este livro na sexta-feira à noite e já está quase terminado.  Muito interessante. Um retrato socio-politico da época (sec XVI) que até certo ponto, continua bastante atual. 
17.Ago.17

A obra ao negro

Beatriz LA
Terminei de ler "A obra ao Negro", o terceiro livro destas férias e o segundo livro que li de Marguerite Yourcenar. Li as Memórias de Adriano e agora A obra ao Negro. Nos dois há um traço comum. Histórias que se foram construindo no tempo, em que as personagens foram criadas quando Yourcenar tinha 20 anos e cuja estória só foi concluída 30 anos depois com os capítulos escritos em diferentes fases da vida. Estórias que amadureceram com a autora. São livros que lidos em diferentes (...)
14.Ago.17

Reliquias no fundo do baú

Beatriz LA
 Em casa dos meus sogros, mais propriamente na arrecadação, encontramos verdadeiras reliquias - para quem gosta de livros, claro está! Adoro folhear livros já vividos, com páginas amareladas, usados.Ontem fomos lá dar mais uma olhadela e acabámos por trazer mais de 20  livros para casa! Pouca coisa portanto! Uns mais recentes que outros mas trouxemos muitos livros antigos e até um de 1946 :)Não gosto nada de acumular tralha em casa e volta e meia andamos a ver o que por cá anda (...)
10.Ago.17

O Retrato de Dorian Gray

Beatriz LA
Tinha alguma esperança de conseguir ler um pouco mais do que o habitual durante as férias. Mas a certa altura achei que estava a ser demasiado ambiciosa ao querer lêr três livros, atendendo a que tenho duas crianças que requerem muita atenção e exigem nas férias tudo aquilo que nem sempre têm noutras alturas - brincadeiras e mais brincadeiras. O livro Morreste-me, de José Luis Peixoto, foi logo lido em casa assim que chegou. em dois dias estava lido (leia-se dois serões). (...)
21.Jul.17

O Papalagui

Beatriz LA
O discurso do chefe de uma tribo sobre o modo de vida dos europeus. Onde vivemos e os habitos que temos. Tudo o que para nós é inquestionavel e que para outros, com modos de vida completamente diferentes, é questionado. Já o li há imensos anos mas continua a ser um livro de referencia para mim.